Quanto custa criar um filho até a maioridade?


Minha mulher e eu estamos pensando em ter um filho. Eu estou muito preocupado com a responsabilidade financeira que isto trará. Para um casal como nós, de classe média, quanto custará até ele ficar independente?

Daniel Chiavenato Mazza, CFP, responde:

Caro leitor, a chegada de um filho traz uma grande responsabilidade, e sem dúvidas, um aumento nos gastos da família. O custo de um filho até ele se tornar independente pode variar muito, dependendo do padrão de vida da família e de como os pais decidem educar seus filhos. Mesmo dentro de uma mesma classe social, esses valores podem ser muito divergentes. Para isto seria necessário conhecer a fundo a realidade financeira e padrão de vida de vocês.

Mas com base nos estudos do Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing (INVENT), um casal da classe A pode gastar mais de R$ 2 milhões ao custear um filho até os 23 anos de vida. Já os gastos da classe média (classe B) diminuem, passando dos R$ 900 mil. Por fim, a classe C tem um custo de pouco mais de R$ 400 mil.

Por isso, fazer um bom planejamento financeiro é muito importante. Veja abaixo algumas dicas que poderão auxiliar bastante na construção deste planejamento financeiro.

Faça um orçamento: Entender a fundo a dinâmica de recebimento X gastos da família, saber para onde está indo o dinheiro, e poder reajustar o orçamento caso seja necessário, é o primeiro passo para ajustar as contas e gastar com inteligência. Esta simples prática irá permitir como melhor organizar o orçamento para esta nova fase da vida.

Faça uma reserva para a chegada do bebê: Pesquise custos com enxoval, exames, quarto, decoração, carrinho, e outros, e inicie o quanto antes uma reserva para os gastos.

Faça um Seguro de Vida: O seguro de vida irá proteger seu filho caso ocorra morte ou invalidez de um dos cônjuges. O ideal seria fazer um seguro que cubra parte dos gastos do filho até sua formação, mas se não for possível, faça um seguro adequado ao momento e ajuste ao longo dos anos.

Faça uma reserva de emergência: Uma poupança de emergência para eventualidades também é muito importante. O montante deverá ser em torno de 6 a 12 meses de seus gastos mensais, e pode ser investido em ativos de alta liquidez, como Tesouro Selic, fundos DI ou CDB com liquidez diária.

Invista para garantir a formação do seu filho: Muitas famílias encontram dificuldades financeiras para formar os filhos. facilmente uma universidade pode ter um custo total superior a R$150 mil, o que coloca uma pressão muito grande no orçamento familiar.

Investir mensalmente para a formação universitária de seu filho desde o seu nascimento é uma excelente forma de garantir os recursos necessários sem um aumento substancial nos gastos da família.

Planejar é essencial: Fazer um planejamento financeiro familiar utilizando as sugestões descritas irá lhe propiciar enxergar melhor sua vida financeira atual, se preparar para a chegada do bebê, proteger a família contra as eventualidades e acumular recursos ao longo dos anos, reduzindo a possibilidade de dificuldades financeiras futuras.

Caso vocês precisem de ajuda para formular seu planejamento financeiro familiar, existem profissionais qualificados que podem auxiliar nesta jornada. Com certeza isto fará uma grande diferença em suas vidas, e permitirá que aproveitem, e muito, esta maravilhosa fase que é ter um filho.

#AdrianoAmui #Custodeumfilho #Pesquisa #Invent #Midia

3 visualizações
banner-invent-breakthrough-adrianoamui-2

E receba conteúdos exclusivos, insights, relatórios, entrevistas, eventos e vídeos em primeira mão, no nosso grupo no Whatsapp.

INVENT

Soluções educacionais únicas, provocativas e com alto potencial de transformação para profissionais e negócios.

Contato
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza

INVENT faz parte do FCA Strategy Group